Anúncios

Um jovem foi preso em flagrante em , a 463 km de Cuiabá, quando tentava vender pepitas de ouro extraídas ilegalmente do da Serra do Caldeirão, em Pontes e Lacerda, a 483 km da capital.

A prisão ocorreu nesta quarta-feira (7), durante ação da Polícia Civil para apurar denúncia anônima de comércio ilegal de ouro na região. O suspeito, que tem 20 anos de idade, foi localizado no Centro da cidade.

De acordo com a Polícia Civil, durante a abordagem foram apreendidas 7,7 gramas de ouro no bolso dele, que teriam sido retiradas da Serra do Caldeirão.

Ele foi conduzidos à delegacia, interrogado e detido em flagrante pelo crime ambiental de extração de recursos minerais sem autorização e pelo crime contra a ordem econômica por explorar matéria-prima da união sem autorização legal ou em desacordo com o título autorizativo.

Após o registro da ocorrência, o suspeito foi entregues à e o procedimento de prisão protocolado na Justiça Federal da Comarca de , a 220 km da capital.

Exploração ilegal

O garimpo da Serra do Caldeirão começou a ser explorado ilegalmente em setembro de 2015 e chegou a reunir oito mil pessoas, que se instalaram de forma precária em busca de ouro e enriquecimento fácil. Desde então, a área sofreu diversas invasões e passou por processos de desocupação.

O MPF ajuizou uma ação contra as três mineradoras que entraram com pedido de lavra junto ao Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNMP) e contra os três proprietários da área onde o garimpo está localizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.