Anúncios

O da Câmara Municipal de Novo , a 791 km de , Antônio Pontes Sobrinho (PSC), teve o mandato cassado por improbidade administrativa. A decisão foi tomado pelos outros parlamentares numa sessão extraordinária realizada na terça-feira (27).

O G1 tenta localizar a defesa do vereador.

Segundo a Câmara, os vereadores votaram o parecer final de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apurava denúncias de enriquecimento ilícito feitas contra Antônio.

O parecer final apresentado pela comissão pedia a cassação do então presidente e foi seguido pela maioria dos vereadores.

Com a decisão, Antônio perde o cargo e ainda deve ser considerado inelegível pelo prazo de cinco a oito anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.