Anúncios

O cuiabano Maikon Moraes morreu no último domingo (25) em um confronto com a de Goiás em uma operação que desarticulou um grupo especializado de roubo a bancos no município de Carmo do . Ele utilizava documentos falsos e a Polícia Civil de Goiás ainda confirma a identidade de todos os envolvidos. Outros cinco foram presos e dois fugiram.

De acordo com o Grupo Antirroubo a Banco (GAB) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), o confronto aconteceu no último domingo (25) em uma operação conjunta entre as polícias Militar e Civil do Estado.

As investigações apontaram que o grupo planejava explodir uma agência na cidade mas foram descobertos horas antes pela polícia. Ao serem abordados três deles resistiram à prisão e atiraram contra os policiais, que revidaram e os atingiram.

Maikon Moraes, conhecido como Maikinho ou “Lobinho”, foi um dos mortos no confronto. Ele é natural de Cuiabá e fazia parte deste grupo criminoso. Cinco integrantes da quadrilha foram presos e outros dois conseguiram fugir.

De acordo com o Grupo Antirroubo a Banco da Polícia Civil de Goiás, os criminosos utilizavam documentos falsos e ainda não tiveram suas identidades confirmadas. Todos os documentos foram encaminhados à perícia e a Polícia Civil ainda apura a identidade de todos os envolvidos.

Com os suspeitos, foram apreendidas três armas de fogo, sendo um fuzil e duas pistolas, dois carros, além de vários equipamentos usados para explodir agências bancárias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.