Anúncios

A casa de um agente prisional, identificado como L.M.A., foi alvejada por disparos de arma de fogo na noite desta quinta-feira (22) no bairro Nova Conquista em Cuiabá. Já na manhã de hoje (23) a sede do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de (Sindspen-MT) também foi alvo de vários disparos. Um vídeo de câmera de registrou o momento em que um motorista atira contra o local. Ninguém ficou ferido.

De acordo com informações do boletim de ocorrências, por volta das 21h45 desta quinta-feira (22) foi acionada por testemunhas que relataram ter ouvido disparos de arma de fogo, na região do bairro Nova Conquista.

Ao chegar ao local os policiais conversaram com o agente penitenciário, proprietário da casa, que disse que estava dentro da residência e ouviu um se aproximar e logo em seguida foram efetuados os disparos de arma de fogo.

Ele disse que não conseguiu visualizar o veículo, nem o suspeito que atirou. O agente ainda disse que não havia recebido qualquer ameaça. Ele não se feriu. A PM fez rondas pela região, mas não conseguiram localizar o autor dos disparos.

Já por volta das 6h desta sexta-feira (23), a sede do Sindspen-MT, na região da Morada do Ouro em Cuiabá, também foi alvo de disparos. De acordo com a assessoria do sindicato, um Prisma passou em frente ao local e o motorista efetuou em torno de 10 disparos. Um vídeo de uma câmera de segurança registrou o momento.

Um carro de um funcionário e uma viatura dos agentes foram atingidos. Ninguém ficou ferido. A já está no local fazendo as apurações. A Secretaria de Estado de (Sesp) ainda deve se manifestar por meio de nota na manhã de hoje.

Ameaças

Na última quarta-feira (21), membros de uma facção criminosa espalharam áudios nas redes sociais fazendo ameaças de morte aos agentes penitenciários que trabalharam durante o motim na Penitenciária Central do Estado (PCE), do dia 20, em que morreu o traficante Jesuíno Cândido da Cruz Júnior, 28 anos.

Ainda na terça-feira (21) a Polícia Civil divulgou que a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), com apoio do Núcleo de Inteligência de Cuiabá e da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de (212 km ao Sul), havia identificado o autor de um dos áudios. No entanto ninguém havia sido preso.

https://youtu.be/nBTh6VnIzBU

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.