Anúncios

Com o novo modelo de combate à circulação de veículos roubados, furtados e sem o licenciamento anual, a Delegacia Especializada de Delitos de (Deletran) constatou que a cada dois minutos um veículo irregular é apreendido, em Cuiabá. Tal levantamento tem como base os números de apreensões e autuações durante as 5 operações realiazadas neste ano pela (Sesp-MT) utilizando Leitores Ópticos de Caracteres (OCRs). A mais recente delas ocorreu no final da tarde de segunda-feira (12), ocasião em que foram feitas 60 autuações e 32 apreensões.

Conforme informações do delegado Christian Cabral, titular da Deletran, o foco das operações realizadas na Capital e em outras cidades do Estado, não é para arrecadar recursos financeiros para o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (), mas para garantir os efeitos que essas operações têm demonstrado na , a cada 15 dias.

Um dos exemplos citados por Cabral é que a delegacia não tem mais mensurado o número de ocorrências policiais nos horários e nas imediações dos locais em que foram feitas as operações. Os dados, segundo ele, demonstram, que nessas localidades o número de crimes em geral caiu em até 85%. Já outro efeito importante, listado por Christian é na conscientização da população.

“Por exemplo, na semana seguinte a operação realizada em Cáceres, no ano passado, o número de licenciamentos emitidos na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) local sofreu um acréscimo de 95,80%, em relação ao mesmo período do ano anterior. Em Barra do Garças, esse número foi de 85,07%. Tudo porque as operações mobilizam um grande efetivo e são divulgadas pelas pessoas que passam pelo local através de aplicativos”, disse ao Gazeta Digital.

Conforme Christian, na Capital neste ano já foram realizadas cinco operações. As fiscalizações aconteceram na avenida Arquimedes Pereira Lima, próximo ao acesso ao Jardim das Américas; Beira Rio próximo da antiga Escolinha do Flamengo, no bairro Praeirinho; na , no bairro Coophamil e na avenida Ciríaco Candia, no bairro Santa Izabel e na manhã desta terça-feira, na Rodovia , próximo ao Buffet Leila Maluf.

“A ação de hoje estava prevista para acontecer com duração de 1h30 só que como nós fomos surpreendidos com o total de carros irregulares que passavam a cada dois minutos nós tivemos que encerrar a fiscalização com um pouco mais de uma hora. Ao todo foram 60 carros abordados, sendo que 32 destes não teve como corrigir as pendências e precisaram ser guinchados e encaminhados até ao pátio do Detran”, afirmou.

Já nas outras quatro operações, os números do total de carros removidos chegaram a 171 veículos. De acordo com o delegado, o perfil dos carros são diversos e na lista aparecem carros de luxos, motocicletas, carros populares e caminhões.

“O problema é cultural. Conseguimos comprovar nossa tese porque fizemos várias ações em diversas classes sociais e em todos os pontos nos surpreendemos com a quantidade de carros que foram apontados como irregulares”, frisou.

Operações no Estado

Já em Mato Grosso, o total de carros apreendidos também superou as expectativas. Em , por exemplo, na primeira fiscalização foram apreendidos 36 veículos e na segunda 38.

Em Primavera foram removidos 30 veículos na 1ª e na 2ª 37. E, para fechar em Rondonópolis foram removidos 30 veículos na primeira operação, 35 na segunda e 32 na terceira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.