Anúncios

Desde o dia 1 de fevereiro está em vigor a tabela de tarifas com valor fixo dos mototaxistas. Elaborada pela Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito – em conjunto com o sindicato da categoria e Ministério Público, a tabela ficou definida por regiões, centro x bairros e bairros x bairros, com referência na pesquisa realizada com os mototaxistas e população que utiliza o serviço do transporte. A tabela tem vigência até dezembro de 2019.

Segundo o secretário da Setrat, Rodrigo Metello, a elaboração da tabela levou em consideração a necessidade de estabelecer os preços para garantia do equilíbrio econômico e financeiro dos permissionários do serviço e do poder aquisitivo dos usuários.

Na tabela, a cidade foi dividida em regiões, definidas com base na lei complementar nº043 – 28/12/2006 e lei complementar nº 056 – 14/12/2007.  As regiões ficaram definidas em A, B1,B2, ,B4,C1,C2,C3,C4,C5,D1,D2,D3,E1,E2,E3,E4,E5,E6,E7 e E8.

Na bandeira I a corrida longa, nos primeiros 10 km, será de R$ 15,00, após 10 km, R$ 1,20 o Km rodado. O Valor mínimo da corrida, centro x bairros e bairro x bairros, é de R$ 8,00.

Na bandeira II a corrida longa, nos 10 km, será de R$ 22,00, após 10 km, de R$ 1,80 o KM rodado. O Valor mínimo da corrida, centro x bairros e bairro x bairros, é de R$ 12,00. Confira os valores na imagem no final do texto.

A orientação é que em corridas acima de 10 km, o passageiro exija o aferimento do painel do veículo, com o Km de início e Km ao fim da corrida. Se houver espera o passageiro deve marcar em seu relógio, para definir o valor a ser pago ao profissional mototaxista pelo serviço prestado.

Caso o usuário se sinta lesado, deve entrar em contato com o disque denuncia da Setrat (66)3411 – 5300, Sindicato dos Mototaxistas de (66) 3421-7500, Ouvidoria da 0800 647-2244 e (66) 3411-5297

.