Anúncios
Bloqueio gerou congestionamentos (: – MT/ Divulgação)

O Movimento de Luta pela Terra (MLT) fechou nesta segunda-feira (19) trecho da BR-158, entre Barra do Garças e , a 516 km e a 651 km de , para cobrar regularização fundiária.

Os manifestantes usaram pneus para impedir a passagem de veículos pelo local. A informou que o bloqueio gerou congestionamento de aproximadamente 1 km nos dois sentidos da pista.

De acordo com o coordenador do movimento, João Batista Pereira da Silva, o objetivo do protesto é chamar a atenção do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Federal (MPF) para as 700 famílias que estão acampadas em uma da região à espera de regularização fundiária.

A mobilização teve início nesta segunda-feira e acontece paralelamente em outras regiões do país. Na região do Araguaia, a é realizada no km 757 da BR-158, próximo à Fazenda Eldorado, onde as famílias estão acampadas.

“Queremos que a regularização de 700 famílias acampadas aqui na região e de outras famílias que já foram assentadas, mas que não têm documento, entre nas pautas do Incra e a situação seja resolvida”, disse o coordenador do MLT, na região do Araguaia.

Trabalhadores querem regularização de terras (Foto: PRF – MT/ Divulgação)

De acordo com a assessoria de imprensa do Incra, representantes do movimento também fazem mobilização na porta do órgão, em Cuiabá. Alguns líderes já foram recebidos pelo superintendente do instituto e o assunto está sendo discutido.