Anúncios

A Polícia Judiciária Civil de Guiratinga prendeu na tarde de quarta-feira (07) um homem em flagrante por contrabando de cigarros e corrupção ativa. Ao receber voz de prisão o suspeito ofereceu vantagem indevida aos policiais para não ser preso.

A ação, realizada em conjunto com a Polícia Militar do município, aconteceu na . Os policiais abordaram um veículo HB20, cor branca, onde foram encontradas várias caixas grandes no banco de trás do automóvel e também no porta malas.

Questionado sobre o conteúdo das caixas, o motorista de 35 anos, afirmou que seriam encomendas de um amigo, mas não demonstrou notas fiscais. Quando foram abertas as caixas foi possível verificar se tratar de cigarros contrabandeados do Paraguai (50 pacotes com 10 carteiras de cigarros).

No celular do suspeito havia mensagens de um proprietário de supermercado solicitando duas caixas de cigarros ao investigado. Então o suseito perguntou aos policiais “o que podia dar para que eles o liberassem com os cigarros”. Pela tentativa de suborno, ele vai responder criminalmente por corrupção ativa (consumado).

Veículo com drogas

Dando prosseguimento aos trabalhos de enfrentamento ao tráfico no município durante os dias de , um casal foi preso em flagrante por , em posse de porções de e maconha.

Os suspeitos estavam em um veículo Voyage cor branca, no bairro Areão em Guiaratinga. Eles escondiam os entorpecentes entre pacotes de alimentos no interior do automóvel.

O investigado responde a processos anteriores por tráfico e tentativa de homicídio.

Ônibus

Em continuidade aos trabalhos, a PJC seguiu com a barreira da MT-270 e parou um ônibus na linha Rondonópolis / Guiratinga / / , onde foi localizado dois tabletes de maconha e uma porção análoga à cocaína. Na ação foi preso um jovem de 24 anos, que confessou atuar como “mula”.

O suspeito tem passagem policial anterior na cidade de Pedra Preta por tentativa de homicídio, receptação e tráfico.