Suspeito de abusar de três crianças e adolescentes, um homem de 43 anos foi preso pela Polícia Judiciária Civil de Cáceres (225 km a Oeste) em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher.

Em depoimento, o acusado de estupro de vulnerável negou o crime, argumentando que era “seduzido” pelas vítimas.

A prisão aconteceu na sexta-feira (16) em cumprimento a mandado judicial de prisão preventiva em desfavor do suspeito. Ele é investigado por estuprar duas enteadas (de 12 e 14 anos) e uma prima delas (de 11 anos) no distrito de Horizonte D’Oeste.

De acordo com a delegada à frente das investigações, Judá Maali, em interrogatório o investigado afirmou que as meninas estavam mentindo sobre o estupro, que elas “se insinuavam para ele” e que ele sempre “resistia” às investidas.

No entanto, na delegacia as vítimas chegaram a contar em detalhes de como os abusos aconteciam, da oferta de dinheiro por parte do suspeito e que mesmo elas recusando ele jogava R$ 2 ou R$ 10 em cima delas, após cometer os abusos.

O suspeito foi encaminhado para unidade prisional onde ficará à disposição do Judiciário.