Anúncios
A taxa registrado em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foi de 7,3% (Foto: Gabriel Costa/G1)

O estado de Mato Grosso, empatado com Mato Grosso do Sul, teve a segunda menor taxa de desempregados do país no quarto trimestre de 2017. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e fazem parte da Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) trimestral divulgada nesta sexta-feira (23).

No período analisado, segundo o IBGE, os dois estados tiveram taxa de 7,3% de pessoas sem emprego. A menor taxa foi registrada no estado de Santa Catarina (6,3%).

Completam o ranking: Rondônia (7,6%), Rio Grande do Sul (8%) e Paraná (8,3%).

Em Mato Grosso, a taxa de desempregados foi maior entre as mulheres. São 9,6% para elas e 5,8% para eles.

Os jovens de 18 a 24 anos concentraram a maior porcentagem de pessoas sem emprego. No período analisado, 15,1% da população com essa idade estava desempregada. A menor taxa (2,4%) se refere aos adultos com mais de 60 anos.

No Brasil, faltava para cerca de 26,4 milhões de brasileiros. Esse número representa os subutilizados no país, grupo que reúne pessoas que poderiam trabalhar, mas estão desocupadas, e aqueles que trabalham menos de 40 horas semanais.