Anúncios
A taxa registrado em Mato Grosso e foi de 7,3% (Foto: Gabriel Costa/G1)

O , empatado com Mato Grosso do Sul, teve a segunda menor taxa de desempregados do país no quarto trimestre de 2017. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística () e fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) trimestral divulgada nesta sexta-feira (23).

No período analisado, segundo o IBGE, os dois estados tiveram taxa de 7,3% de pessoas sem emprego. A menor taxa foi registrada no estado de Santa Catarina (6,3%).

Completam o ranking: Rondônia (7,6%), (8%) e (8,3%).

Em Mato Grosso, a taxa de desempregados foi maior entre as . São 9,6% para elas e 5,8% para eles.

Os jovens de 18 a 24 anos concentraram a maior porcentagem de pessoas sem emprego. No período analisado, 15,1% da população com essa idade estava desempregada. A menor taxa (2,4%) se refere aos adultos com mais de 60 anos.

No , faltava emprego para cerca de 26,4 milhões de brasileiros. Esse número representa os trabalhadores subutilizados no país, grupo que reúne pessoas que poderiam trabalhar, mas estão desocupadas, e aqueles que trabalham menos de 40 horas semanais.