Anúncios

Um homem de 37 anos, identificado como J.F., registrou uma denúncia contra a ex-namorada, identificada apenas como M., que estaria ameaçando-o de morte. A acusada estaria brava por, supostamente, o ex ter sumido com 80 mil dólares que os dois teriam recebido para fazer um filme pornô em um motel de Cuiabá. O registro foi feito na tarde de segunda-feira (05), na cidade de Cáceres.

O casal teve um relacionamento durante nove meses e neste período conheceu uma mulher do Rio de Janeiro, que propôs que os dois fizessem um vídeo pornográfico. M. teria aceitado e propôs que outra amiga participasse da filmagem, que aconteceu em um motel da capital mato-grossense.

O vídeo então foi enviado para a mulher do Rio de Janeiro, com a promessa de que a filmagem seguiria para outro país, onde seria produzido o filme. Algum tempo depois, M. disse ao ex que estaria grávida e acabou se distanciando dele, por achar que ele não teria condições para cuidar de uma criança.

Porém, J.F. acabou descobrindo que a mulher usava uma barriga falsa e afirmou que depois de três meses, ela começou a perturbá-lo, acusando-o de armar a situação do vídeo pornográfico e alegando não ter visto o . Além disto, M. também deseja saber quem são as pessoas que ficaram com a filmagem, mas o homem disse ter perdido contato com eles.

J.F. afirma não ter mais o vídeo e relata no boletim de ocorrências que recebe diversas ameaças da ex-namorada, dizendo que vai acabar com a vida dele. O caso foi registrado e será investigado pela Polícia Judiciária Civil de Cáceres.