Anúncios

Policiais civis prenderam na manhã desta sexta-feira (9), no bairro Santa Helena, em Cuiabá, um homem de 43 anos, acusado de baixar e armazenar vídeos pornográficos infantis em aparelhos eletrônicos de sua propriedade. O que mais chamou atenção dos agentes, é que entre as imagens estava um vídeo em que aparece duas crianças mantendo relações sexuais com um burro. A operação foi realizada pela Delegacia Especializada em Defesa e Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) em conjunto com Gerência de Combate aos Crimes de Alta (Gecat).

O vídeo estava no celular do investigado, que foi preso em flagrante na sua casa. A operação começou em 2017, comandada pela Secretaria Nacional de (Senasp). Os investigadores de monitoraram sete pessoas em que fazia parte de uma rede de pedófilos, que baixavam e armazenavam imagens de crianças em cenas de . Em posse dos detalhes de endereços e números dos IPs dos computadores, a Secretaria deflagrou a operação.

Cinco, dos sete investigados em Mato Grosso, foram presos em dezembro, no interior do Estado. O delegado da Gecat, Eduardo Botelho, não soube informar em quais cidades ocorreram as detenções. Porém, em Cuiabá, foi descoberto que os dois pontos de computadores rastreados pela Equipe de Segurança Nacional pertenciam a uma pessoa.

Os vídeos pertenciam a G.H.M. Segundo Botelho, ele baixava os vídeos em sua casa, no bairro Santa Helena e no no bairro Dom Aquino, onde trabalhava. No momento da prisão, na manhã desta sexta-feira, os policiais apreenderam dois notebooks, quatro pen drives e três celulares. Várias imagens de pornografia foram encontradas em posse de G.H.

Dentre os vídeos, o delegado percebeu que haviam imagens de duas crianças fazendo sexo com um equíno. Os meninos estavam mantendo relações com o burro e alguém filmava toda a situação. “A ação no geral será investigada pelos peritos, pra saber se existem mais vídeos que aparecem menores. Mas, podemos confirmar que ao menos um vídeo é com menores. Isso já configura crime”, disse o delegado titular da Deddica, em Cuiabá.

O homem foi levado para a Delegacia, no bairro Carumbé, e de lá será encaminhado para a Custódia, e em seguida a uma unidade prisional.