Anúncios

A Diretoria Metropolitana de Medicina Legal liberou na noite desta segunda-feira (19.02) o corpo da jovem Viviane da Silva Ângelo, de 18 anos, após a conclusão do exame de necropsia. A vítima estava grávida de sete meses e foi localizada na região do Coxipó, Cuiabá, no último domingo (18) já em avançado estado de decomposição.

Segundo o Diretor Metropolitano de Medicina Legal, João Marcos Rondon, os legistas e técnicos em necropsia constataram que a causa da morte foi Traumatismo Cranio Encefálico, com traumas concentrados na face e no crânio da jovem provocados por objeto contundente.

O laudo pericial será disponibilizado á Delegacia de Homicídios e Proteção á Pessoa no prazo legal de 10 dias.

O laudo será encaminhado para a Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). As investigações são chefiadas pela delegada Alan Cardoso.

Uma das linhas de investigação é de feminicídio. Segundo familiares, Viviane deixou a casa de sua avó na última sexta-feira para se encontrar com o ex-namorado, que seria o pai do filho que esperava.