Anúncios

Uma blitz realizada pelas forças de segurança, na tarde desta terça-feira (6), na avenida Miguel Sutil (próximo a rotatória do Coophamil), em Cuiabá, flagrou um veículo que trafegava de forma irregular a cada 30 segundos. Ao todo, foram 60 automóveis e motocicletas que apresentavam algum tipo de problema. A intenção, segundo o delegado Christian Cabral, titular da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran), é realizar ações como esta uma vez por semana.

Acompanhamos a ação desta terça-feira, que foi realizada na avenida Miguel Sutil, uma das mais movimentadas da cidade. A fiscalização teve início por volta das 15 horas e terminou meia hora depois, com 60 veículos irregulares sendo parados pelas autoridades, apresentando algum tipo de problema.

Todos os veículos foram encaminhados para um campo de futebol, que fica ao lado da avenida. Lá, servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) confeccionaram a multa, sendo que alguns dos veículos tiveram de ser guinchados e encaminhados para o pátio do órgão estadual.

Segundo o delegado Christian Cabral, existe um projeto para acelerar o processo de regularização: “Estamos conversando e tentando ter um posto para que o condutor regularize a situação rapidamente. Ele vai poder pagar aqui mesmo e sair com o veículo, caso esteja em condições. Mas isso demanda algumas coisas mais complicadas, então pode demorar um tempo”.

“Estas operações vão acontecer com a mesma frequência da Lei Seca, uma por semana. Este imposto é necessário para que os órgãos de e a malha viária continuem em funcionamento, mas também para garantir que veículos que não estejam em condições de circular, não trafeguem. O veículo só está correto quando o licenciamento do ano é pago e emitido. Se for pego, será apreendido. Estas ações ocorrerão em e também no interior”, explicou o delegado.

O OCR (Optical Character Recognition) [tecnologia de ótica de caracteres] é capaz de ler várias placas em um curto de tempo, auxiliando as autoridades a fiscalizar o transito de maneira eficaz. O equipamento checa, de maneira veloz, se o veículo é produto de roubo/ ou tem alguma irregularidade que não o permita circular. As informações são recebidos em um tablet pelos agentes de segurança pública.

“Mato Grosso hoje ocupa uma posição de destaque pelo índice de inadimplência de seus condutores. Temos cidades no Estado que beiram 70% dos veículos irregulares”, frisou o delegado. A Operação Integrada de teve a participação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), da Polícia Judiciária Civil (PJC/MT), Polícia Militar (PM/MT) e Secretaria de Mobilidade Urbana (SEMOB).

A Sesp já possui três pontos de câmeras OCR. Diariamente, em horários de pico, as câmeras captam 300 placas de veículos por minuto. No ano passado, apenas nos primeiros dez meses, De janeiro a 20 de outubro dos 2.950 carros roubados ou furtados, 2.635 foram recuperados.

Outra operação do tipo aconteceu na Avenida Arquimedes Pereira Lima (Estrada do Moinho), no dia 10 de janeiro. Ao todo, foram 65 veículos abordados, 58 autuados e 42 removidos para regularização. Dos 940 veículos que passaram pelo local 119 foram identificados com irregularidades.

Ver vídeo abaixo

https://www.youtube.com/watch?v=7RWdA-NKjoE