Anúncios
Criminosos se passam por policiais para arrecadar em falsa campanha contra pesca predatória e são presos em MT (Foto: de MT/Assessoria)

Dois homens foram presos em flagrante ao se passarem por policiais civis para arrecadarem para uma falsa campanha contra pesca predatória, na Avenida Beira Rio, em Cuiabá. A prisão ocorreu na tarde de quarta-feira (21) e foi divulgada nesta quinta-feira (22) pela Polícia Civil.

Foram presos Selmo Rodrigues Moura, de 45 anos, e Avenádio de Carvalho, de 42.

Segundo a polícia, os dois homens se passavam por policiais da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) para obter vantagens financeiras em troca de patrocínio para a suposta campanha publicitária, voltada para ambiental.

As investigações, conduzidas pela Dema, partiram de uma denúncia sobre um grupo de pessoas vinculadas a uma Organização Não-Governamental (ONG) que estariam se passando por policiais com o objetivo de levantar valores para a confecção de um suposto encarte de campanha de combate à pesca predatória.

Os suspeitos estavam em um veículo Gol, de cor prata, onde foi encontrado uma folha de cheque no valor de R$ 300. Investigações demonstram que o cheque teria sido emitido no mesmo dia por uma empresa particular para que constasse seu nome como patrocinadora do suposto encarte.

Em busca realizada na mala de roupas de um dos detidos foram encontradas roupas e calçados de cores e estampas das instituições governamentais, bem como bloco de recibo e comprovante de transação bancária no nome da ONG.

Os dois foram autuados em flagrante pelo crime de estelionato.