Anúncios

Um vídeo mostra uma confusão entre pacientes e funcionários dentro da sala de medicação do pronto-socorro de . O caso teria ocorrido na tarde de quinta-feira (25), quando uma mãe teria ido questionar a demora no atendimento ao seu filho.

As imagens mostram parte do ocorrido, que terminou na delegacia de polícia. Uma das pessoas registra o momento em que a mulher vai até o a porta da sala de medicação e inicia uma discussão.

Diante da confusão generalizada, um dos funcionários trajando um jaleco branco empurra a mulher com a porta da sala. A mulher resiste e fica nervosa.

O rapaz que filma chega a questionar a da cidade. “É essa a Várzea Grande que vocês querem. O povo merece respeito”, disse.

Um da unidade de saúde chega a pedir para o rapaz não gravar. Em seguida, o homem alerta que tem e que não irá filmar ele, somente a situação que está ocorrendo.

As imagens deixaram a população “estarrecida” devido à quantidade de pessoas que aguardava atendimento no corredor. Nas imagens, é possível ver pessoas aguardando sentada, tomando medicação na veia.

Além de toda a confusão, ao final do vídeo o rapaz que filmou foi “atacado” por um funcionário na tentativa de parar a filmagem.  As informações são de que a Guarda Municipal foi acionada e duas pessoas foram prestar esclarecimento na delegacia.

Um das pacientes disse que chegou a levar um tapa no rosto por uma enfermeira que trabalha no setor de emergência. Segundo a senhora, foi marcada uma sobre o caso para dia 25 de abril.

A assessoria do pronto-socorro deve se manifestar após a divulgação do ocorrido.