Anúncios

Em alusão ao Dia Mundial de Combate à Hanseníase, lembrado no último domingo deste mês e ao ‘Janeiro Roxo’, as equipes dos departamentos de Ações Programáticas, Atenção à e Saúde Coletiva da prepararam uma programação especial no município para tratar da problemática da hanseníase.

Entre os dias 22 e 27 de janeiro haverá palestras em diversos locais da cidade sobre o diagnóstico e aspectos gerais da hanseníase, mutirões com exames de pele, bem como a realização de um pit stop para alertar a população em geral sobre a doença, que é um problema de saúde pública em .

Um dos objetivos, com as ações realizadas, é mobilizar a população em torno de toda a problemática que envolve a hanseníase, além de promover o diagnóstico precoce por meio de exames de pele.

Segundo dados da Saúde municipal, somente em 2017, foram diagnosticados aproximadamente 100 casos novos de hanseníase em Rondonópolis, o que torna a doença um problema de saúde pública na cidade.

As pessoas diagnosticadas com hanseníase na cidade são tratadas nas unidades básicas de saúde e no Centro de Referência em Hanseníase.