Anúncios

Produtores rurais estão reconstruindo uma ponte que caiu na Gleba do , em Rondonópolis, devido às dificuldades no escoamento da produção para a cidade.

 

Cerca de 100 moradores da região conseguiram juntar R$ 10 mil para a compra de manilhas, ferragens e concreto.

 

A ponte de madeira despencou durante uma forte registrada no mês de novembro de 2017 e ficou interditada por 30 dias. Desde então, os produtores rurais utilizam um desvio feito na BR-163, próximo ao Distrito Industrial, que aumentava o percurso em 8 quilômetros.

O produtor rural Aguinaldo Rocha Gomes, que mora a 80 metros da ponte que despencou, explicou que a decisão em reconstruir a ponte se deve ao prejuízo que estava causando, devido ao aumento do percurso para levar os alimentos até a cidade.

“Com o desvio, o percurso agora é de 15 quilômetros e isso está prejudicando os moradores”, disse.

Segundo o empresário Ediel Almeida, que cuida de um haras com 32 cavalos de raça, explicou que devido o aumento do desvio alternativo o valor do frete para entregar os insumos necessários para os cuidados dos animais aumentou.

“A carreta não chega aqui. É preciso pegar outra rota e fazer duas viagens”, contou.

De acordo com a Associação de Pequenos Produtores Nova Aliança, os moradores da região realizavam reparos emergenciais na ponte desde março de 2017.
O diretor da Associação, Nelsivon Silva Gomes, afirmou que a prefeitura do município foi acionada em busca de uma solução, no entanto, nada foi feito. Nelsivon disse que os moradores esperam que a prefeitura faça a troca do madeiramento da ponte que também está em más condições.

 

“Esperamos que eles troquem o madeiramento que também não está bom, porque nós estamos garantindo apenas a trafegabilidade”, disse.
A prefeitura informou que havia mandado um engenheiro avaliar as condições da ponte.

 

A Secretaria de () informou que um projeto está sendo realizado para fazer o reparo adequado do local.