Anúncios

Um furto ocorrido em Alto Garças foi esclarecido pela Polícia Judiciária Civil, nesta terça-feira (23), com a recuperação dos objetos subtraídos e prisão dos receptadores. A ação resultou na prisão de um grupo que já era investigado pelo envolvimento com e receptação de objetos de origem ilícita.

O furto ocorreu na madrugada de segunda-feira (22), no Sindicato Patronal, de onde foram levados diversos objetos. Assim que foi acionada do crime, a equipe da Polícia Civil de Alto Garças iniciou as investigações e recebeu informações sobre o possível paradeiro dos objetos furtados.

Em diligências no endereço, os policiais encontraram três carregadores de receptor de . Questionado, o suspeito que estava no imóvel confessou que ele e mais um comparsa invadiram o sindicato para praticar o furto.

O acusado levou os policiais até um ponto de venda de drogas, onde disse ter entregado a TV em troca de entorpecente. No local, os policiais surpreenderam o grupo de traficantes que já era investigado pela Polícia Civil por comandar o tráfico de drogas no bairro Vila Morena e região. Os suspeitos já haviam fugido de outra residência utilizada para o comércio de drogas.

Em buscas na boca de fumo, os investigadores encontraram a TV furtada do sindicato, aparelhos celulares, utensílios para limpar arma de fogo, além de várias porções de pasta base de , escondidos em uma lata de leite no interior do sofá da sala.

Diante da situação foi dada voz de prisão aos suspeitos que estavam na casa, um deles menor de idade. Eles foram conduzidos a Delegacia de Alto Garças e autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. O adolescente responderá pelo ato infracional análogo ao tráfico de drogas e associação para o tráfico.