Anúncios

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres identificou e prendeu o pastor evangélico J.N.C, 46, suspeito de estuprar e engravidar uma das enteadas e abusar de outra de 11 anos de idade. Os abusos aconteceram por quase dois anos na residência da família, localizada no bairro São José, nos momentos em que a mãe das vítimas estava trabalhando como cuidadora de idosos e cozinheira.

Segundo as adolescentes, o investigado as ameaçava caso contassem a alguém sobre os abusos. Quando perguntada pela mãe sobre quem seria o pai da , a filha – que à época tinha 16 anos – se calava porque o suspeito sempre estava por perto.

Restou apurado que após e o nascimento da criança que teve com a enteada, o pastor fugiu para a cidade de , no Acre, onde estaria realizando pregações junto a um grupo de sem-tetos. De acordo com a delegada à frente do caso, Judá Maali, a investigação reuniu esforços conjuntos das Polícias Civis de Mato Grosso e do Acre para descobrir a localização exata do investigado.

A delegada representou pela prisão do suspeito, que foi deferida pela Comarca de Cáceres. Em contato com o delegado do Núcleo de Capturas da (Necap), no Acre, Ricardo Casas, foi realizada a prisão do suspeito na sexta-feira (26).

O investigado foi localizado no bairro Tancredo Neves e posteriormente encaminhado à unidade prisional, onde ficará à disposição do Judiciário.