Anúncios
Foto: Fabiana Mendes

As de recapeamento asfáltico que começaram na segunda-feira (15) no entorno da Praça 8 de Abril têm gerado transtorno aos motoristas que circulam diariamente pela região. Além disso, comerciantes reclamam da falta de aviso quanto às obras e contaram que têm sentido queda nas vendas.

Segundo a Prefeitura de Cuiabá, por ser uma das avenidas que apresentam uma malha asfáltica mais antiga, a Isaac Póvoas foi escolhida como ponto de partida da iniciativa. Os no local iniciaram na altura da Praça Oito de Abril e seguirão ao longo de toda a avenida, até o seu entroncamento com o Tenente Coronel Duarte.

Dono de um comércio de comida saudável, Thales Vilefot contou que o estabelecimento foi altamente prejudicado com as obras, devido à falta de aviso por conta da Prefeitura.

“Ontem à tarde fecharam a rua que dá acesso aqui. Sem planejamento e sem informação nenhuma. Eles simplesmente fecharam. Tinha estacionado aqui que não foi tirado. Viraram também uma máquina quase em cima do carro, não sei como não o acertou”, reclamou o comerciante.

Thales também comentou que durante a manhã desta quarta-feira (14) nenhum funcionário ou máquina esteve no local para dar continuidade às obras. A via permanece com o asfalto pela metade. “Três dias depois de começar, a obra, já parou. Tá ai, o asfalto todo quebrado sem ninguém trabalhando”, disse ele, que postou em suas redes sociais uma forma alternativa para os clientes chegarem à loja.

A obra que resultará em 13 km de recuperação de pavimentação custou ao Executivo municipal pouco mais de R$ 5 milhões. Depois disso, a equipe deverá seguir para a Avenida Getúlio Vargas e, posteriormente, para a Cândido Mariano e Treze de Junho.
“Não precisava disso, tem tanto lugar precisando e eles vêm aqui estragando e depois arrumando. Sem necessidade, atrapalho o comércio e o trânsito”, disse Bruno Mendes, que trabalha em uma loja na região.

De acordo com a Prefeitura, o trabalho faz parte do programa “Minha Rua Asfaltada” e tem como meta executar o serviço de requalificação asfáltica em cerca de 50 vias já mapeadas pela Secretaria Municipal de Obras Públicas.