Anúncios

Uma menina de 10 anos foi picada por uma cobra Surucucu no final da tarde do último sábado, em Várzea Grande, e teve que ser transferida para o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá por falta de soro antiofídico no Pronto Socorro de VG. A garota já passa bem.

De acordo com Kelly Rech, mãe da menina, sua filha passava o final de semana na casa do pai, com alguns familiares. No final da tarde de sábado a garota brincava com outras e acabou sendo mordida.

“Ela estava com o pai naquele dia, com os parentes, aí ela estava no quintal da vizinha brincando com as crianças. Já mais pro final do dia ela acabou pisando em uma poça de lama, e a cobra estava lá dentro, mordeu ela bem perto do calcanhar”, disse a mãe.

No momento em que a garota foi picada pela cobra o pai, a avó e a tia dela a levaram de carro para o Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande. Ao chegarem ao hospital, no entanto, foram informados que ali não era aplicado o soro antiofídico, apenas em Cuiabá.

De lá eles se encaminharam para o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá e a garota finalmente foi atendida. Ela ficou internada no hospital até domingo, após fazer alguns exames. A menina agora já está na casa da mãe e passa bem. “Ela está bem já graças a Deus, agora já está comigo”, disse a mãe.

A Secretaria Municipal de de Várzea Grande se manifestou por meio de uma nota dizendo que o único local referência para atendimento de pacientes vítimas de picadas de animais peçonhentos fica em Cuiabá, e por isso a menina não foi atendida em Várzea Grande.

Leia a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande esclarece que, o Centro de Informação Anti-Veneno (CIAVE), única unidade referência no atendimento aos pacientes vítimas de picada de animais peçonhentos em todo o estado de , está localizado no Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC).

O Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande (HPSMVG) ainda não possui estruturas físicas, nem capacitadas para a realização desse tipo de procedimento.

No entanto pacientes que dão entrada na unidade necessitando do soro anti-veneno, são encaminhados para a unidade referência no tratamento, imediatamente.

A direção do Pronto Socorro de Várzea Grande reforma que a unidade já entrou em processo final de uma reforma e ampliação que entregará a população de Várzea Grande e região, um hospital de pronto atendimento totalmente reformado, ampliado e com equipamentos de última , dando qualidade e humanização no atendimento aos pacientes do SUS.