Anúncios

A médica Midiãn Batisti, de 32 anos, que desapareceu após viajar para , foi supostamente vista em um supermercado, que fica localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa. Ela saiu do Distrito de Progresso, em (a 240 km de Cuiabá) e veio para a capital procurar emprego, no entanto, desde o último dia 6 de janeiro não manteve mais contato com a família.

O irmão da médica, Jhonatan Batisti explicou que ela pretendia ir para outra cidade, mas acabou parando em Cuiabá por algum motivo, que ela não chegou a explicar. “Saiu para trabalhar, mas acabou parando em Cuiabá e nunca mais tivemos notícias dela”, lamentou.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado no dia 10 de janeiro, Midiãn havia contado que estaria morando com um homem, que se relacionava. Ela não chegou a revelar o bairro onde estaria instalada.

Testemunhas disseram ter visto a médica algumas vezes, sozinha na Praça de Alimentação do supermercado. Em todas as ocasiões, mexendo no celular e lendo .

O Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP) está investigando caso, mas até o momento trabalha com poucas informações.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Midiãn pode ser informada para a PJC nos telefones (65) 3901-4823 ou (65) 9 9982-7766.