Anúncios

Duas pessoas identificadas como Gabryelly Garcia e Faria e Lucinei Marinho da Silva foram presas pelo Grupamento de Fronteira (), na noite da última segunda-feira (22), em Cáceres (22 quilômetros de Cuiabá). O homem teria participado do roubo de uma caminhonete e tentou fugir dos policiais, mas acabou caindo em uma ribanceira. A mulher, que é ex-namorada dele, teria dado apoio e seria integrante do Comando Vermelho (CV).

Narra o boletim de ocorrências que a equipe realizava um bloqueio na , quando avistou uma Hillux. Ao perceber que seria abordado, o criminoso realizou uma manobra para tentar fugir da polícia. Porém, acabou perdendo o controle da caminhonete e caiu em uma ribanceira.

Mesmo assim, o bandido conseguiu fugir a pé por um matagal. Porém, os militares conseguiram rastreá-lo e o encontraram em um pântano, onde ele foi detido. Durante a checagem do veículo, constatou-se que era produto de roubo na cidade de Cáceres. Dentro, estavam diversos objetos das vítimas.

Em contato com os policiais, uma das vítimas relatou que três criminosos armados renderam a sua família, sendo que todos foram amarrados e permaneceram sob cárcere privado.

Questionado, o suspeito afirmou ter sido contratado pelo chefe de uma quadrilha especializada em roubos de veículos. Enquanto estava no matagal, ele ligou para a sua ex-namorada, pedindo que ela conseguisse uma motocicleta com o homem, no intuito de resgatá-lo.

Os policiais seguiram até a casa da ex-namorada do suspeito, que confirmou os fatos relatados por ele. O chefe da quadrilha também seria o chefe do Comando Vermelho (CV) de Cáceres, facção da qual ela também faria parte. O veículo seria levado para a cidade de San Matias, na Bolívia, onde seria negociado.