Anúncios

O menor A.S.G, identificado como irmão de Kelves Gonçalves da Silva acusado de participar do sequestro de uma empresária em novembro de 2017 e de atirar em um policial civil, foi detido com duas pistolas, um espingarda adaptada e mais de 100 produtos roubados. A ação policial ocorreu nos bairros Maria Izabel, em , e Coxipó, em , na noite desta terça-feira.

Além da detenção do menor, policiais prenderam um homem identificado como Jailton da Silva Gama. As informações são de que uma equipe da Força Tática recebeu informações de que no bairro havia uma residência “lotada” de produtos roubados.

Em diligências, foi localizado Jailton e o menor em atitudes suspeitas próximo a uma residência. Em revista na casa, os policiais encontraram duas pistolas calibre 380 e 44 munições escondidas em um fundo falso de um guarda-roupa. Em outro cômodo, havia uma espingarda de pressão aparentemente adaptada para calibre 22.

Indagado, os suspeitos relataram que em outra casa localizada no bairro Coxipó, em Cuiabá, havia diversos produtos de roubos. Os policiais se deslocaram até a residência e lá um suspeito conseguiu fugir pelos fundos, deixando a casa aberta.

Lá, foram encontrado objetos eletrônicos e aproximadamente 80 peças com etiquetas das lojas Renner, Americanas, Havan e Marisa.

Diante dos fatos, a dupla foi presa e levada para a Central de Flagrantes. Na delegacia, os policiais constataram que o menor A.S.G é irmão do Kelves Gonçalves da Silva acusado de participar do sequestro de uma empresária em novembro de 2017 e atirar contra o investigador Sidney Ribeiro.