Anúncios
Fiscais flagraram 12 pessoas com diplomas falsos atuando como educadores físicos em 2017 (Foto: Centro América)

Fiscais identificaram 12 diplomas falsos sendo usados por pessoas que se passavam por educadores físicos em 2017. O balanço é do Conselho Regional de da 17ª Região de (CREF17/MT). De acordo com o conselho, aumentou em 30% o número de pessoas flagradas em exercício ilegal da de , em comparação a 2016.

Em 2017, foram fiscalizadas 1.367 pessoas e 770 foram contatadas. O relatório apresenta 127 pessoas físicas em exercício ilegal da profissão e 121 pessoas jurídicas autuadas por atuarem sem o devido registro. São 248 pessoas, entre físicas e jurídicas, que estavam atuando ilegalmente como educador físico, sem ou registro profissional.

Desses, 25 pessoas físicas e 27 pessoas jurídicas foram registradas posteriormente. Dos que estão atuando na profissão e estão registrados ao CREF, foram multados por alguma irregularidade 177 profissionais e 133 estabelecimentos.

Consta ainda 654 termos de visitas em academias, praças, entre outros estabelecimentos onde acontecem práticas de atividade física.