Anúncios

Dois criminosos, identificados como Renato Júnior Costa de Almeida e Wender Silva Ferreira Gomes, foram presos no último domingo (14), ao tentar assaltar um posto de combustível na cidade de Várzea Grande. Um deles, que estava com uma espingarda de pressão (adaptada para calibre 22), chegou a trocar tiro com os policiais militares. Quem acionou as autoridades foi um dos frentistas, que conseguiu se esconder.

Segundo as informações da polícia, o frentista relatou que estava trabalhando quando foi surpreendido pelos dois criminosos. Eles anunciaram o roubo e trancaram as vítimas dentro de uma sala, que fica atrás do . O homem foi obrigado a retirar o seu uniforme e entregar a um dos acusados.

Enquanto isto, outro frentista percebeu a ação, conseguiu se esconder e acionar a polícia. Quando os militares chegaram, visualizaram um homem perto da bomba de combustível e dois veículos sem seus proprietários. Os PMs então realizaram a abordagem do suspeito, ordenando que ele deitasse no chão.

Enquanto isso, o outro criminoso saiu de dentro da conveniência do posto apontando uma arma longa para uma das equipes que chegava no apoio. Por conta disto, foram necessários alguns disparos de arma de fogo. O bandido então jogou a espingarda no chão e tentou correr para um matagal, onde foi preso.

Próximo do local, os policiais ainda encontraram um Fiat Uno, que é de propriedade de um dos acusados. Durante o trajeto para a Central de Flagrantes, um dos suspeitos chutou o compartimento de onde estava na viatura, causando danos. O caso é investigado pela (PJC)