Anúncios

Número de vítimas de violência em continua a crescer. Dados da Secretaria de Estado de de Mato Grosso (Sesp), apontam que houve aumento de 11% nos casos de violência contra a mulher registrados no Estado entre os meses de janeiro a outubro do ano passado. Foram 34.128 mulheres vítimas, ou seja 113 casos registrados por dia. Além do aumento registrado no Estado, Cuiabá e também foram tiveram crescimentos nas denúncias. Na capital entre os crimes com mais crescimento está o estupro que aumentou 42% nesse mesmo período. Em Várzea Grande o número de registros de injúrias está entre os que mais avançaram com aumento de 14%.

Conforme autoridades da área, nesse universo de violência contra a mulher a maioria dos agressores tem vínculo afetivo e familiar com as vítimas e se enquadra na Lei 11.340, conhecida como , e o aumento no número de registro está relacionado não só ao crescimento dos crimes, como também no aumento das denúncias feitas, uma vez que as mulheres  tem se encorajado e procurado ajuda.

Para o delegado Cláudio Álvares Santana, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso de Várzea Grande, o aumento registrado no município vem de encontro com o crescimento de denúncias. Conforme as melhorias que o Estado vem realizando na área de assistência às vítimas também tem tido um papel importante no aumento das denúncias e na sensação de segurança proporcionada para as vítimas, o que consequentemente tem refletido no aumento das denúncias.

“As vítimas estão mais confiantes no papel desempenhado pela polícia, assim como pela justiça que tem sido eficiente na punição dos agressores”. O delegado lembrou ainda que em Várzea Grande por exemplo, o Estado investiu em um novo prédio para abrigar a delegacia, o que também garantiu um melhor conforto para o atendimento às vítimas que procuram a polícia.