Anúncios

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Cuiabá apresentou na manhã desta quarta-feira (17) os dois latrocidas que vitimaram fatalmente pai, e feriram o filho na sexta-feira (12), no bairro Jardim Industriário, na Capital.

Em três dias de ininterruptos e esforços investigativos concentrados os policiais civis da unidade chegaram a autoria e prisão de Fabio Ferreira dos e Enadiel Costa Silva.

Enadiel seria integrante de uma organização criminosa que age dentro e fora de presídios em todo o País e possui passagens criminais por de drogas, tentativa de homicídio, porte de simulacro de arma de fogo. Fabio, por sua vez possui antecedentes nos crimes de lesão corporal e ameaça em situação de violência doméstica.

Ambos foram reconhecidos fotograficamente pela vítima Orlando Moraes de Arantes Junior como sendo os dois executores da ação criminosa. Embora ainda hospitalizada e sem previsão de alta por conta do disparo recebido, a vítima reconheceu os autores sem apresentar dificuldade ou qualquer dúvida.

AGILIDADE

A celeridade na investigação conduzida pelo delegado de polícia Caio Fernando Alvares de Albuquerque (que preside o inquérito policial), em conjunto com o delegado Eduardo Rizzotto de Carvalho, fez com que em apenas 03 dias fosse possível chegar a autoria e prisão dos latrocidas que agiram na madrugada de sexta-feira (12).

No mesmo dia do crime foram colhidas as declarações da vítima sobrevivente, que informou que os dois indivíduos renderam-na, anunciaram o roubo e pediram a arma da casa (revólver 38). Em seguida aconteceram os disparos, a morte de uma das vítimas e alvejamento da outra.

Ainda no dia dos fatos foi instaurado Inquérito Policial para apurar, em todas as circunstâncias os crimes de Latrocínio consumado (art. 157, § 3º, parte final do CP)  – praticado contra a vítima Orlando Moraes de Arantes, 54, – e Latrocínio tentado (art. 157, § 3º, parte final, c/c art. 14, inc. II, ambos do CP) – praticado contra a vítima Orlando Moraes de Arantes Junior, 24.

Após representação dos delegados, o Judiciário expediu ordem de prisão temporária de 30 dias. Os suspeitos foram presos na terça-feira (16).

APOIO

“Importante destacar a pronta contribuição nos trabalhos da Diretoria de Inteligência da Polícia Judiciária Civil e do Núcleo de Inteligência, da DERF Cuiabá”, destaca a delegada titular da DERF Cuiabá, Luciani Barros Pereira de Lima.

Os reconhecidos serão encaminhados nesta quarta-feira (17) para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.