Anúncios

Com o objetivo de cumprir a última fase para receber da Secretaria de Meio Ambiente do a licença ambiental do Residencial Padre Lothar, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) realiza, desde segunda-feira (18) até esta quarta-feira (20), o plantio de 1.500 mudas no bairro. Ingá, goiaba, ipê, jatobá, arueira foram algumas espécies plantadas na Área de Preservação Ambiental local.

 

“Algumas condicionantes para o licenciamento ambiental eram o isolamento dessa área e a recomposição vegetal. No início do ano, fizemos o isolamento com uma cerca nova. Porém estávamos no período de estiagem. Tão logo se iniciaram as chuvas, nós programamos o plantio para finalizar as pendências com a a fim de que se emita a licença e seja feita a regularização fundiária do bairro”, explica o secretário de Meio Ambiente, João Copetti. Ele ressalta que essa área vai se tornar em breve um grande controlador climático para a região, dando suporte, inclusive, à biodiversidade.

 

Na sequência dessas adequações, após a obtenção da licença ambiental, os moradores o Padre Lothar terão sua regularização fundiária. “Com o plantio de mudas, nós podemos concluir essa etapa e conseguir a licença ambiental e, então, encaminharmos a documentação para o cartório para que o bairro tenha sua regularização fundiária. A previsão é de que, até meados de 2018, possamos dar a comunidade local o título definitivo de posse”, esclarece o secretário de Habitação e Urbanismo, Paulo José Correia.

 

A partir desse título registrado em cartório, os moradores locais podem financiar e ampliar suas casas, tendo, de fato, a propriedade do seu imóvel.