Anúncios
PJC

Casal de estelionatários e comparsa são presos após crimes em casa lotérica e metalúrgica.Três integrantes de um grupo criminoso foram presos na quinta-feira (21) no município de Rondonópolis (210 km de ). Eles são acuados de participar de pelo menos três roubos na região. Diógene Souza Moraes, Adriele Apda Porto Ferreira e seu companheiro Paulo Cesar da Silva Carvalho, estavam com as ordens judiciais de prisão preventiva decretadas. A mulher também foi autuada em flagrante pelos crimes de uso de documento falso e posse irregular de munição.

Conforme apurado, o suspeito Paulo Cesar na companhia de um menor de idade, eram quem agiam diretamente nos crimes, depois de receber informações privilegiadas sobre os alvos repassadas por Diogene. Já a mulher de Paulo, Adriele dava apoio aos roubos, e auxiliava nas vendas dos produtos roubados.

O primeiro crime ocorreu numa Casa Lotérica no bairro Conjunto São José II, o segundo foi praticado em uma empresa de metalúrgica localizada no bairro Distrito Industrial e, o terceiro roubo realizado em uma residência no bairro Lúcia Maggi.

Durante as diligências os policiais civis realizam buscas na casa de Adriele. Na ocasião ela apresentou um documento de identidade (RG) falso e, no local ainda foi apreendida uma munição de calibre 38.

Já os outros dois suspeitos tiveram os mandados de prisão preventiva cumpridos nas unidades prisional,os quais ambos encontram-se recolhidos. Sendo Diogene tomado ciência na cidade de Dourados, Estado de do Sul, e Paulo Cesar na Cadeia Pública da , em Rondonópolis.

De acordo com a Polícia Civil os mandados foram cumpridos pela (Derf). O trabalho está inserido na operação “Ano Novo Seguro”, deflagrada com objetivo de intensificar o combate a criminalidade e violência na região de Rondonópolis. Na ação além dos três mandados de prisão, um mandado de busca e apreensão domiciliar também foi cumprido.

OUTRA AÇÃO 

Mais um foragido da Justiça foi preso no município de Rondonópolis, na quinta-feira (21.12). Valdir Gonzales Benites estava com o mandado de prisão preventiva decretado pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis, pelo crime de estelionato.

Após trabalho de vigilância e monitoramento, o suspeito foi localizado pelos policiais civis do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) de Rondonópolis, que deram cumprimento ao pedido de prisão.