Anúncios
Buraco engole rua no das Paineiras – Foto: Varlei Cordova

Os moradores do bairro Jardim das Paineiras em passam por problemas com a a mais de 4 anos. Alguns moradores perderam casas, móveis e até animais, com a cratera de aproximadamente 800 metros que abriu no meio da rua, devido as fortes chuvas que aconteceram na cidade de Rondonópolis.

Erosão causa estragos no Jardim das Paineiras – Foto: Varlei Cordova

De acordo com as informações dadas pelos moradores, a situação se repete, ano após ano, sem que se consiga enxergar qualquer melhora. Eles explicam que fica sempre a sensação de que a pavimentação não é feita para suportar a força das chuvas e o mínimo acúmulo de água. Os remendos acabam sendo a solução paliativa que resolve o problema até que as chuvas novamente reabram os buracos.

Segundo a moradora Alaide Pereira Rodrigues, 23 anos, que é mãe de duas , o problema se estende há mais de 4 anos. “Eu quase fui arrastada junto com meu marido em uma chuva que deu aqui, eu perdi até o meu sapato. Meus filhos não brincam fora de casa, porque eu tenho medo deles cortarem os pés, com tanto lixo que a chuva traz, precisamos de ajuda”, aponta.

Ruas esburacadas difícil acesso a residência no Jardim das Paineiras – Foto: Varlei Cordova

Algumas das famílias que viviam próximo ao barranco e estavam sob risco de desabamento, foram retiradas do local pela Defesa Civil do município. Cerca de 10 pessoas estão abrigadas em uma , que fica na Vila Mamed. No local, eles estão recebendo e assistência do município, que ainda estuda qual o atendimento definitivo que será prestado, já que no grupo há idosos que não possuem condições de alugarem uma casa.

A Defesa Civil pediu que os moradores saíssem das casas enquanto havia tempo e preparam documentos para que o prefeito declare situação de emergência no município.

Erosão causa estragos em residência no Jardim das Paineiras – Foto: Varlei Cordova

A Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) disse que as medidas estão sendo tomadas para tentar atender a população. “Nós estamos tão tristes quanto os moradores, sabemos que é uma situação que não é de solução imediata, mas estamos aqui todos os dias e não sairemos até que o problemas seja solucionado para todos”, explicou o diretor Leandro Godoi.