Anúncios

A intensa que atinge (215 quilômetros) nos últimos dias tem causado diversos problemas em vários bairros da cidade. Crateras se formaram e foram registrados desmoronamentos na região. Por conta do fato, a Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) montou uma força-tarefa para sanar os problemas de forma emergencial.

Em nota, a Coder informou que mantém suas equipes nas ruas atendendo às demandas referentes às consequências das chuvas e que “todos departamentos foram mobilizados e seus trabalhadores estão em uma força-tarefa ara atender, sobretudo, aos casos mais graves”.

Ainda conforme o documento, os bairros que apresentaram crateras, desmoronamentos e erosões são os primeiros a receber obras de contenção como ocorre no Paineiras. Segundo a Coder, equipes do Departamento de Urbanismo estão trabalhando em ritmo acelerado para dar conta das demandas por limpeza em áreas públicas.

Em várias regiões de Rondonópolis, também está sendo feita a operação ‘Tapa Buracos’. Conforme a companhia, as chuvas estão muito intensas e “Rondonópolis apresenta um crescimento vertiginoso na quantidade de carros que trafegam pelas vias em dias de muita água sobre o asfalto”.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), que é ligado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (), aponta que nesta quinta-feira (28) ocorrerá variação de nuvens e pancadas de chuva localizadas que poderão ser fortes e vir acompanhadas de trovoadas a qualquer hora do dia.

Para sexta-feira (29), a expectativa é de muitas nuvens com curtas aberturas e pancadas de chuva localizadas que poderão ser fortes e vir acompanhadas de trovoadas a qualquer hora do dia. A probabilidade de precipitação é de 80%. As temperaturas deverão variar entre 28ºC e 33ºC.

Tempestade

A forte chuva que atingiu a Gleba do , na região de Rondonópolis, na tarde do dia 24 de dezembro, provocou atolamentos na região. Em outra região um veículo tombou e outros ficaram ilhados.