Anúncios

Uma quadrilha foi presa na noite desta sexta-feira (15) em Várzea Grande após manterem reféns e roubarem 12 clientes de uma loja de veículos usados. Dentre os furtados, estão um carro, jóias, celulares e mais de R$ 3,5 mil em espécie. As vítimas foram mantidas em refém por arma de fogo. Para localização rápida dos suspeitos, a contou o GPS do celular roubado de uma vítima.

A PM de Várzea Grande foi informada do ocorrido via rádio por volta das 20h, ao se deslocar para o estabelecimento Casa Comercial Cintia Caminhões encontrou 12 vítimas que haviam sido mantidas reféns.

Um For Fusion cinza foi roubado pela quadrilha e se deslocou para a o CPA e para a Morada do Ouro.  O que os criminosos não sabiam é que um dos diversos aparelhos roubados estava sendo rastreado. Isso facilitou a PM, que mobilizou mais de 04 viaturas e contou com apoio da ROTAM para facilmente encontrá-los.

O 1º suspeito identificado foi Luismar, que entrou abruptamente em uma residência portando dois aparelhos celulares. Moradores ainda tentaram dissuadir das buscas naquela região, informando normalidade, mas a PM insistiu e rendeu o rapaz, que portava R$ 545,00 nos bolsos.

Rapidamente identificou e localizou outros dois suspeitos. Com eles foram apreendidos 12 aparelhos celulares e R$ 2.439,00. Um deles chegou a confessar a participação no crime. Apontando para a colaboração de um rapaz identificado como Walison, que ainda não foi encontrado. A PM também não conseguiu encontrar a arma utilizada no crime.

Vítimas deslocaram até a Central de Flagrantes especificando os bens roubados. As vítimas relataram os bandidos foram até o banco para sacar com uma vítima a quantia de R$ 3500,00 enquanto o suspeito Walison mantinha as demais na loja, sob mira de uma arma.

O Fusion roubado na ação foi abandonado pelos criminosos e localizado pela PM.

A investigará o caso.