Anúncios

O mandado de prisão preventiva contra Renê Valois Araújo, de 28 anos, foi cumprido nesta quarta-feira (13), pela após o suspeito se apresentar à delegacia de (a aproximadamente 1.030 km de Rondonópolis).

Renê é acusado de assassinar o sogro, Ademir Julião Siqueira, de 42 anos, com nove disparos e balear a cunhada, de 24 anos, no domingo (10), em um sítio a cerca de 70 quilômetros de Castanheira, onde o suspeito morava com a esposa, uma adolescente de 17 anos.

O pai e a irmã da menor foram até a propriedade, após suspeitarem que a jovem estava sofrendo agressões físicas por parte do companheiro.

Em depoimento à Polícia Civil, Renê confessou o crime, relatando que tinha raiva do sogro em razão de problemas familiares anteriores, e que a situação foi agravada pelo fato de, no dia do crime, ele anunciar que levaria a filha embora de casa.

O criminoso contou que fez nove disparos contra o sogro, e que atirou contra a cunhada quando ela tentou tirar a arma de sua mãe. A cunhada continua internada em uma unidade de de Castanheira.

O delegado Marco Remuzzi que está investigando o caso, ressaltou que a agilidade na atuação da Polícia e do Judiciário foi fundamental para a prisão do acusado.

“Quando compareceu à delegacia, Renê não sabia que já estava com a ordem de prisão preventiva decretada, fato que foi fundamental para que ficasse detido, uma vez que não estava mais em situação de flagrante”, explicou o delegado.

Renê Valois de Araújo, foi detido e responderá pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio, ameaça e cárcere privado.