Anúncios

Na tarde desta segunda-feira (11), Dois homens, sendo um menor (17 anos) foram conduzidos até o 13º Batalhão suspeitos de cometerem um roubo a uma farmácia, no centro de Lucas do Rio Verde-MT (336km de Cuiabá).

Logo após o crime, os policiais realizaram diligências nas dependências do parque de exposições ‘Roberto Munaretto’, onde os bandidos foram presos após fugirem. Eles utilizaram uma motoneta Honda Bis, de cor vermelha, para tentar fugir.

O que chamou a atenção dos policiais, portanto, foi o objeto utilizado pelos criminosos para cometer o roubo. De acordo com o soldado PM Senne, um dos homens estava portando em sua cintura um controle remoto de aparelho de TV, onde fez menção de ser uma arma de fogo para aterrorizar as vítimas.

A dupla chegou ao estabelecimento, onde um se passou por cliente e pediu por um medicamento. No momento em que um funcionário foi lhe atender, o mesmo anunciou o roubo e exigiu todo dinheiro do caixa, cerca de R$ 300,00. Além disso, o criminoso ainda roubou o relógio do trabalhador.

Todos os objetos foram colocados em um balde de pipoca que o criminoso carregava consigo.

“Ele chegou a pedir para que a vítima abrisse sua carteira para ver quanto de dinheiro havia. Quando o funcionário mostrou que tinha apenas R$ 20,00, o criminoso disse que o rapaz podia ficar com o dinheiro, pois para ele (criminoso) era pouco dinheiro”, comentou o policial.

 

O menor confessou, durante entrevista para confecção do boletim de ocorrência na sede do 13º Batalhão, que já possuiu passagem por homicídio. O crime teria ocorrido na capital Cuiabá por desacerto por conta de dívida de drogas.