Anúncios
Foto: Rogério Florentino Pereira

Quatro homens foram presos, entre eles um suposto policial militar, na noite desta domingo (17) após provocarem uma confusão e agredirem oito pessoas, no bairro CPA 4 em . O veículo dos suspeitos colidiu com o de um soldado dos bombeiros, e eles tentaram fugir, mas acabaram agredindo o soldado e invadiram um estabelecimento, agredindo também os funcionários e clientes do local.

De acordo com informações do boletim de ocorrências, por volta das 23h, um homem de 27 anos, dois de 26 e um jovem de 24, seguiam em um GM Onix preto pelo bairro CPA 4, quando colidiram com o carro do bombeiro próximo ao restaurante Acássio.

O bombeiro de 22 anos, que conduzia o carro atingido, tentou contato com os suspeitos quando percebeu que eles tentavam fugir. Neste momento eles desceram do veículo e partiram pra cima da vítima com agressões e ameaças.

Depois disso os quatro então entraram em uma loja de açaí e acabaram causando danos no local, além de agredirem o proprietário, funcionários e clientes do local. O suspeito de 26 anos ainda disse que seria policial militar e colocou a mão na cintura, insinuando estar armado. No total, na confusão, foram oito vítimas, sendo dois jovens de 21 anos, um de 20, um de 22, um de 24, um de 26 e dois menores.

Ao sair do estabelecimento os suspeitos tentaram fugir novamente, empurrando o carro, até que foram abordados e detidos por uma equipe da PM. O outro suspeito de 26 anos resistiu à prisão e foi algemado. Com ele os policiais encontraram, em sua carteira, substância análoga a cocaína. Ele é quem conduzia o carro no momento do acidente.

Os policiais também observaram que o suspeito apresentava visíveis sinais de embriaguez. Já na delegacia o suspeito ainda continuou a ameaçar o bombeiro.