Anúncios
Leito da uti neonatal da Santa Casa vazia – : Varlei Cordova

A reabertura da de foi anunciada na noite desta sexta-feira (24) pelo vice-diretor presidente do Hospital, Kemper Carlos Pereira. O anúncio foi feito durante uma coletiva com a imprensa com a presença do governador () e do prefeito Zé Carlos do Pátio (SD).

Segundo Kemper, a equipe será organizada para a reabertura o mais rápido possível. A decisão foi anunciada, após uma tarde de conversas às portas fechadas entre o vice-diretor, governador e o prefeito.

O vice-diretor disse ainda que a partir deste sábado (25) as providências para reunir o corpo clínico visando a reativação da UTI Pediátrica estarão sendo tomadas.

“Acertamos com o governador que as contas vão estar todas em dia a partir de agora, contando com a regularidade dos pagamentos. Isto nos dá tranquilidade para repassar a decisão ao corpo clínico e voltar ao trabalho. A UTI será reaberta. Só precisamos organizar as equipes para que no mais rápido possível o serviço esteja em pleno funcionamento”, explicou Kemper.

Durante a coletiva, Pedro Taques disse que quem abre UTI não tem interesse de fechá-la e que Rondonópolis ficou 62 anos sem UTI Pediátrica, e foi o promotor Ari Madeira que conseguiu, em 2013, ajuizar uma ação contra o estado em quase R$ 5 milhões em recursos, o que possibilitou a abertura da UTI em 2016.

“Quando assumi o governo existiam 31 leitos de na cidade e nenhum era pediátrico. Atualmente existem 71 UTIs, nós abrimos 40 UTIs, dentre elas os oito leitos da UTI Pediátrica. Nesses dias em que as UTIs estavam fechadas, nenhuma criança correu risco, pois o Estado tinha condição de tirar de Rondonópolis e encaminhar para outras cidades por meio do sistema de regulação” relatou o Governador.

NOTA PREFEITURA

Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica da Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis serão reabertos neste sábado (25), após uma reunião entre o prefeito Zé Carlos do Pátio, o governador Pedro Taques, diretoria da Santa Casa, deputados e vereadores realizada na na sexta-feira (24).

O prefeito deixou claro que não há dívidas pendentes com a Santa Casa e que neste último ano os serviços ofertados a população pela unidade hospitalar aumentaram como no caso dos procedimentos cardíacos, como cateterismo, angioplastias e outros.

O governador Pedro Taques destacou que abriu 40 UTIs em Rondonópolis em sua gestão e afirmou que quem abre não quer fechar. Além disso, ressaltou que os pagamentos da UTI pediátrica do Estado com a Santa Casa estão em dia. “Podem ter certeza quem nenhuma criança correu risco de morte enquanto a UTI em Rondonópolis ficou paralisada”, disse o governador.