Anúncios
Tangará em Foco

Uma mulher, moradora do município de (a 454 km de Rondonópolis), fez uma postagem no Facebook denunciando as agressões sofridas por ela e pelo seu filho, por seu ex-marido, durante oito anos. Ela compartilhou diversas fotos registrando os hematomas e até sangramentos provocados pela agressão.

As fotos são chocantes. Em algumas delas a mulher aparece com os lábios inchados e com hematomas e em outras aparece com o nariz sangrando. Em outra é possível ver o homem puxando sua cabeça enquanto ela tira uma foto. O filho do casal também foi vítima das agressões. Uma das imagens mostra o menino com vários hematomas nas costas.

A mulher diz que já está com a terceira medida protetiva, já que no último final de semana seu marido teria atentado contra ela novamente. Ela contou que o agressor sempre lhe pede perdão, e ela acabava tirando a queixa e a medida protetiva, no entanto, o homem continuava a agredi-la.

“Venho aqui contar minha história com meu ex-marido que vivi 8 anos e tenho 1 filho com ele… o qual agride meu filho também…cansei de esconder… estou agora com a terceira medida protetiva…pois final de semana ele jogou a moto sobre meu carro e tentou quebrar o vidro pra me agredir… e vindo me ameaçar eu e minha família…tem uma pilha de BO contra ele…”, disse ela em trecho da postagem.

A Polícia Civil já recebeu as denúncias, no entanto, o homem só poderá ser preso mediante determinação judicial ou caso haja flagrante. Em outra parte da postagem a mulher pede ajuda para conseguir um advogado e que não pretende retirar a medida protetiva novamente.

Ela conta ainda no Facebook que vem sendo humilhada e pede socorro.“…ele sempre vem pedir perdão e faz minha cabeça pra retirar a queixa e medida protetiva…e eu trouxa acredita nele e retiro…assim que retiro ele volta a me agredir, me ameaçar e me caluniar, estou sofrendo pressão psicológica…e humilhação…mas dessa vez não irei retirar nada…preciso urgente de um advogado privado… se alguém puder me ajudar … me chame inbox…”, diz.

Nos comentários, várias pessoas pedem para que ela fuja e que tome cuidado. Entre as recomendações as pessoas dizem. “Ele vai matar você e seu filho, cuidado” e “Pega seu filho e muda de cidade”.