Euri Marques Cordeiro, 33 anos, morreu na hora após colidir frontalmente contra uma caminhonete, no início da noite da última segunda-feira (06), no Bairro Vila Horizonte, próximo ao Posto Pimenta, em  Tangará da Serra. O capacete da vítima chegou a voar no momento em que foi atingido.

Segundo as informações iniciais, o homem seguia de motocicleta e ao tentar fazer uma ultrapassagem, que acabou sendo mal sucedida, bateu de frente uma caminhonete. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando chegou ao local apenas constatou o óbito.

O condutor da caminhonete permaneceu no local e se mostrou muito abalado com a situação: “Não deu tempo para eu fazer nada, nada mesmo, quando ele bateu em mim eu estava quase parado já, tentei tirar dele e quase atingi outra moto, é constrangedor, é uma vida perdida”, lamentou o motorista.

O capacete da vítima voou após o impacto. Cogita-se que ele poderia não estar definitivamente ‘amarrado’. Com isto, o motociclista acabou batendo a cabeça contra o asfalto e teve morte instantânea. O corpo será sepultado no fim da tarde desta terça-feira (07), no cemitério Jardim da Paz.