Anúncios
, Mato Grosso (: Reprodução/TVCA)

Médicos da de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, que há mais de um mês paralisaram os atendimentos alegando atraso nos repasses feitos pelo município e pelo governo estadual, decidiram retomar as atividades na unidade. O anúncio foi feito pelo diretor clínico do hospital, Luciano Oliveira, após reunião nesta terça-feira (28).

Os profissionais afirmam que estão há quatro meses sem receber os salários e, por isso, as cirurgias eletivas (agendadas) foram suspensas na unidade desde o dia 26 de outubro.

A Santa Casa atende atualmente pacientes que residem na cidade e também de outros 19 municípios da região sul.

Na reunião, os médicos decidiram voltar ao trabalho e suspender a paralisação. Com isso, serão retomados a partir desta quarta-feira (29) as cirurgias eletivas, aquelas que são agendadas. Também devem ser retomados o atendimento de gestantes, consultas e partos.

A () pediátrica da Santa Casa também foi fechada por falta de repasses do governo do estado.

A respeito dessa UTI pediátrica, que atende crianças de um mês até 12 anos, a direção disse que ela só será reaberta depois do dia 4 de dezembro. Na semana passada o governador Pedro Taques, esteve reunido com o prefeito da cidade, diretores da Santa Casa e representante do Ministério Público.

A diretoria do hospital informou que o governo se comprometeu em repassar para o município o de incentivos das UTIs, referente ao mês de setembro, no dia 4 de dezembro.

“Estamos dando voto de confiança para o governo e nós retornaremos as atividades normais na Santa Casa. A UTI pediátrica, eles me avisaram que recebendo [salário] no dia 1º, no dia 4º eles retornariam. Tem que receber para eles retornarem”, declarou o diretor.

Moradores fizeram protesto e vigília contra fechamento de UTI pediátrica em Rondonópolis (Foto: TVCA)

Moradores da cidade fizeram protestos e vigílias contra fechamento de UTI pediátrica e das atividades na Santa Casa.