Wagner França (à esquerda) e o cunhado dele, Fábio de Campos (à direita), foram assassinados em 2015 (Foto: Arquivo pessoal)

Um homem apontado como autor de quatro assassinatos foi preso pela Polícia Civil, no Bairro CPA 3, em Cuiabá. José Roberto Ribeiro, que é traficante, é o principal suspeito de ter matado Wagner Luiz de Arruda, de 33 anos, Fábio Conceição de Campos, de 37 anos, Rivael Xavier Pereira, de 41 anos e Gislene Almeida Cruz, de 25. Os crimes ocorreram nos dias 11 e 28 de agosto de 2015 em Rosário Oeste, a 133 km de Cuiabá. A prisão ocorreu na segunda-feira (13) e foi divulgada na terça-feira (14).
Wagner e Fábio eram cunhados e ficaram desaparecidos há 56 dias. Eles saíram da capital com destino à casa do casal para cobrar uma dívida de R$ 35 mil nessa propriedade rural. Os corpos dos cunhados foram encontrados no dia 5 de outubro de 2015 a aproximadamente 8 km da chácara.

Os corpos estavam enrolados em uma lona e enterrados debaixo de uma árvore. Rivael Xavier Pereira foi morto com sete tiros e a mulher dele, Gislene Almeida Cruz, que estava grávida de seis meses, foi morta com três tiros, sendo dois na cabeça e um no abdômen. O casal foi ouvido como testemunha do desaparecimento dos cunhados.

De acordo com a Polícia Civil, os crimes foram motivados por desentendimentos envolvendo tráfico de drogas. José Roberto foi levado para depoimento e optou por falar apenas em juízo. Ele foi encaminhado para a Penitenciária Central do Estado (PCE), na capital.

“A motivação dos quatro assassinatos é uma dívida com o tráfico de drogas. O Rivael e a esposa teriam subtraído uma droga do José Ribeiro. Em virtude disso ele mandou executar o casal. A morte dos cunhados é uma ‘queima de arquivo’, pois sabiam do envolvimento do casal e do José Ribeiro [com o tráfico]”, disse o delegado Walter de Melo Fonseca Junior.