Anúncios
35,20% dos candidatos do 2017 faltam no primeiro dia de prova em MT, diz Inep (Foto: TVCA/Reprodução)

Mais de 35% dos candidatos inscritos no (Enem) 2017 não compareceram ao primeiro dia de provas em . De acordo com dados divulgados no domingo (5) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 126.215 mil pessoas se inscreveram no exame.

A prova foi aplicada em 57 municípios mato-grossenses. Em , 31.056 fariam a prova em Cuiabá, enquanto outros 12.536 em , região metropolitana da capital.

Segundo o Inep, 81.787 mil estiveram presentes no primeiro dia de prova em Mato Grosso, o que corresponde a 64,80% de presença. Do total de inscritos, 44.428 mil se ausentaram do primeiro dia do exame no estado, o que representa 35,20% dos candidatos. No país, 30,2% dos candidatos inscritos faltaram.

Enem foi aplicado em 57 municípios mato-grossenses (Foto: TVCA/Reprodução)

O número de inscritos neste ano é 22,7% menor do ano passado, quando o estado teve 163.181 participantes.

O Inep diz que a queda no número de inscritos ocorreu porque o Enem deixou de certificar o ensino médio, tarefa que voltou ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos ().

No domingo foram aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias e a redação. Apenas no outro domingo, dia 12 de novembro, vão ser aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

Prova

O tema da redação do Enem 2017 foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) no início da tarde deste domingo. A forma de correção da redação foi alvo de polêmica: após ter recurso negado no STF, MEC diz que acata decisão e que não vai anular redação contrária aos direitos humanos.

O assunto surpreendeu professores, que afirmaram que o essencial para tirar nota alta é focar na inclusão. No Twitter, quem acompanhava o debate sobre os possíveis ficou frustrado, já que a principal aposta era que a redação fosse tratar de homofobia.