Anúncios

Mais de oito mil atendimentos foram realizados pelas forças de na 10º , sediada desde o dia 17 de outubro, no Módulo Esportivo de da Serra (a 239 km de ). As ações seguiram até o dia 21 do mesmo mês.

Dentre os atendimentos disponibilizados para a comunidade está registro de Boletins de Ocorrência, emissão de carteiras de identidade, emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), processo de habilitação, emissão de taxas e multas, informações de veículos, dentre outros serviços.

Somente por parte do Detran, foram realizados 1.523 atendimentos e 406 carteiras de identidade foram emitidas pela .

Palestras sobre os temas bullying e abuso sexual também foram ministradas na Caravana, além de visitas dos líderes de projetos sociais Rede Cidadã e Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência) nas escolas.

Participam das ações de segurança profissionais da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Politec e Detran.

“Mais uma com a etapa da segurança pública vencida. As demandas da Politec (emissão de RG) e dos serviços do Detran tem aumentado consideravelmente, e as equipes que lá estiveram cumpriram com êxito a missão. O policiamento foi eficaz, e a participação de todas as instituições que compõem a foram extremamente positivas”, comentou o major Rafael Dias Guimarães, coordenador da Sesp na Caravana da Transformação.

Reunião do Conseg

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, visitou os estandes na sexta-feira (20.10) no dia da reunião com os representantes do Conselho de Segurança Pública (Conseg), em que foram apresentados os dados da criminalidade na região de que reduziram em 33% nos roubos e 9% nos homicídios até o dia 17 de outubro.

“Conseguimos reduzir os índices de homicídios em 12% em no período de janeiro a setembro. As operações têm sido constantes e as forças de segurança tem trabalho muito e em conjunto. Em 2014 os índices eram de 39.57 mortes a cada 100 mil habitantes e em 2016 fechamos com 32.85 a cada 100 mil habitantes. Houve avanço e pretendemos melhorar ainda mais esses números neste ano”.

Mato Grosso tem cerca de 15 mil profissionais da segurança pública e 27% do total do efetivo foi nomeado nos últimos dois anos.