Anúncios
ravestis foram detidas em Várzea Grande na madrugada desta sexta -(Foto: de MT)

Cinco travestis foram presas nesta sexta-feira (06), em um motel no bairro Potiguar, em Várzea Grande, (à 218 km de ). As informações são de que elas são suspeitas de tentar roubar um cliente e desacatar policiais militares. A vítima do crime tem 41 anos e ainda teria sido agredido pelas travestis.

As suspeitas têm entre 20 e 31 anos e negaram à Polícia a tentativa de roubo e disseram que o cliente estaria mentindo.

De acordo com a recepcionista do motel, foi ela quem acionou a Polícia Militar, alegando que um roubo estaria em andamento, dentro de um dos quartos da casa comercial. Ao chegar no motel, a PM deparou com o cliente, com um corte na boca e sem um dente, cercado por três travestis que discutiam com ele e detinham a chave do seu .

Segundo o PM, o cliente afirmou que as travestis haviam tomado a chave do seu veículo e exigiam que ele entregasse todo o que tinha. Ao serem abordadas pela Polícia, uma das suspeitas apontou o dedo no rosto do policial e xingou a guarnição, além de chamar outras amigas que trabalhavam por perto para ajudá-la.

Os policias relataram terem pedido reforço para atender a ocorrência, após serem cercados por outras travestis que trabalham na região. A suspeita que estava mais alterada teria, então, ameaçado “acabar com a vida e a profissão” dos PMs.

Ao todo, cinco travestis foram presas, sendo que três delas foram autuadas por tentativa de roubo e duas, por desacato. Elas foram levadas para a Central de Flagrantes de Várzea Grande e ainda devem passar por audiência de custódia.