Anúncios
Bandidos explodiram dois caixas eletrônicos de banco em Arenápolis (MT) (Foto: Divulgação)

Assaltantes explodiram dois caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil, em Arenápolis, a 259 km de Cuiabá, na madrugada desta terça-feira (24). De acordo com a Polícia Civil e a Polícia Militar, os criminosos usaram dinamites para explodirem os terminais bancários. Eles fugiram em seguida e não se sabe se eles conseguiram levar algum dinheiro.

Segundo a polícia, a explosão dos caixas eletrônicos ocorreu por volta de 2h30 [horário de Mato Grosso]. O banco fica na Avenida Prefeito Caio, no Bairro Vila Nova, região considerada como Centro de Arenápolis.

Testemunhas disseram que 10 pessoas praticaram o assalto no banco de Arenápolis (Foto: Polícia Militar de MT)

Moradores ligaram para a PM e disseram que ouviram explosões e barulhos de tiros no banco. Segundo relato de testemunhas, eram aproximadamente 10 indivíduos armados e encapuzados com armas longas. No local foram localizadas várias cápsulas de pistola calibre ponto 40 e 9 milímetros, além de munições calibre 12.

Agência ficou destruída após explosão de dois caixas eletrônicos (Foto: Polícia Militar de MT)

Conforme os moradores, os indivíduos fugiram em um veículo Ecosport de cor vermelha. O carro, com placas de Cuiabá, foi encontrado perto de um colégio agrícola na estrada que vai para o lixão do município. O veículo, segundo os policiais, é clonado.

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) também foram enviados para tentar localizar a quadrilha.

Com a explosão, a estrutura da agência e o teto foram danificados (Foto: Divulgação)

Dois caixas eletrônicos foram arrombados. Com a explosão, a estrutura da agência, janelas, vidros e o teto foram danificados. Até a manhã desta terça-feira os policiais aguardavam o trabalho da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para verificar se os assaltantes levaram dinheiro e se as câmeras de do banco registraram a ação.

Foi pedido reforço de policiais militares de cidades vizinhas, além de policiais da Força Tática de Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá.